Letras são como estrelas, a guiar o viajante disperso, a uma praia, porto, lugar qualquer, onde possa raiar o dia, onde almas, mentes, corações, possam se encontrar, viver um espaço de beleza maior...

23 de mar de 2016

Página escondida

Neste mundo corroído de velhas imagens
há uma fresta, por onde a luz de Deus vem nos iluminar.
Nem todos vêem, e eu também não.
Apenas percebo, antevejo com sentidos da alma...
Sei que vou encontrar,
escondida por entre velhas almofadas
ou debaixo do sofá,
Atrás das cortinas de linho,
dentro dos armários,
numa insuspeita gaveta
uma nova realidade cheia de brilho e paz.
O que era gasto será novo,
o que doía será doce,
o que fazia chorar
vai trazer risadas entre as lágrimas de outrora.
E onde temíamos haverá amor,
e onde um dia odiamos sobrarão abraços.
Talvez pouca gente entenda,
e nem todo mundo veja,
mas eu, como criança
que brinca de esconde-esconde
terei minha inocência e riso de volta,
definitivamente!

Ana Liliam


Related Posts with Thumbnails